CORRUPÇÃO, PÉSSIMA ADMINISTRAÇÃO E AÇÃO TRABALHISTA

PRESENÇA NA MÍDIA

Arrisco a dizer, sem a mínima chance de errar ou mesmo exagerar, que nos últimos anos, notadamente a partir do dia em que o PT assumiu o governo do nosso empobrecido Brasil, nenhuma outra empresa, seja ela estatal ou privada, foi alvo de atenção da mídia, tanto nacional quanto internacional, do que a Petrobrás.

 

ALVO DE ATENÇÃO

Entretanto, para tristeza do povo em geral, e muita felicidade da CORPORAÇÃO, que, literalmente, se adonou da estatal, a enorme atenção que a mídia dispensou (e continua dispensando) à Petrobrás não se deu graças a prática da boa administração, do ganho de produtividade, da competividade e/ou da rentabilidade.

 

CORRUPÇÃO DESVAIRADA

O fato é, para infelicidade geral, que a ESTATAL-SÍMBOLO DO BRASIL passou a ganhar maior notoriedade a partir dos primeiros depoimentos e/ou delações premiadas, que passaram a revelar, e confirmar, de forma estrondosa as até então incontáveis provas de atos de extraordinária CORRUPÇÃO DESVAIRADA, do tipo jamais visto no universo.

MÁ ADMINISTRAÇÃO

Como se não bastassem os brutais ataques promovidos, sem dó nem piedade, pelos CORRUPTOS aos cofres da estatal, também ficou muito patente a prática daquilo que pior existe em termos de administração. Tudo isto aconteceu, como já ficou mais do que provado, com o aval total do GOVERNO PETISTA, do Conselho de Administração da estatal e efetiva aprovação da Corporação-dona.

AÇÃO TRABALHISTA

Pois, no momento em o atual governo resolveu fazer da Petrobrás, ainda que continuasse estatal, começou a dar os primeiros e significativos passos para um efetivo saneamento das contas e a introdução de uma correta política de preços dos derivados do petróleo, eis que aparece uma fantástica ação trabalhista, no valor de R$ 17 BILHÕES, para ser julgada no TST. 

ANTES DE PRIVATIZAR É PRECISO ESTATIZAR

Pois, para confirmar -a TRISTEZA do povo em geral e a enorme FELICIDADE da Corporação, ontem, por 13 votos a 12, a Petrobrás foi novamente surrada. Ainda que caiba recurso, a decisão caiu como uma bomba no colo dos investidores. Imagino que ficaram bem mais convencidos de que antes de pensar em privatizar a Petrobrás é preciso que a mesma seja estatizada. Ou seja, é preciso tirar o controle da estatal das mãos da Corporação-dona.

Em tempo: agora só falta o STF, no dia 26, soltar o Lula. Viva o Brasil!

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • NEM AÍ

    Ontem, para mostrar que os nossos políticos não estão nem aí para a economia do Brasil, o projeto de lei que cria o cadastro positivo saiu da pauta da Câmara dos Deputados. O texto-base da proposta já foi aprovado pelo plenário, mas ainda restam dez destaques que precisam ser apreciados e podem alterar a redação final.

    Agora, o mais provável é que o cadastro positivo só retorne à pauta da Câmara no início de julho, já que a semana que vem será de baixo quórum devido às festas juninas e também ao terceiro jogo do Brasil da Copa do Mundo, marcado para a próxima quarta-feira, 27. Que tal?

     

  • GLORIOSA IMPUNIDADE

    Pelo que foi noticiado ontem, a Mesa da Câmara, liderada por Rodrigo Maia, resolveu acolher o pedido de instalação da CPI DELETA LAVA JATO. Como se vê, claramente, os políticos querem por querem acabar de vez com a Lava Jato. Mais: no menor espaço de tempo querem que volte a reinar a gloriosa impunidade. Que tal? 

  • SHERATON PORTO ALEGRE

    A tradicional feijoada do Sheraton Porto Alegre passa a ocupar o menu fixo dos domingos do Clos du Moulin, restaurante localizado no quarto andar do hotel. Assinada pelo chef Mauro Sousa, a atração tem como carro-chefe as opções de carnes como paio, costelinha defumada, carne seca e carne vermelha. Caldinho de feijão, arroz branco, couve refogada, bolinho de aipim, quibebe, banana e saladas completam o menu. A ilha de sobremesas também aposta do gosto tipicamente brasileiro, com pudim, sagu, arroz doce, ambrosia, pé de moleque e mousse de chocolate.

    O valor da feijoada é de R$ 74,00 por pessoa + 10%. A feijoada estará disponível das 12h30min às 15h30min. O estacionamento com manobrista em frente ao Sheraton Porto Alegre Hotel não será cobrado, e crianças até sete anos não pagam, e entre oito e 12 anos, somente 50%.

FRASE DO DIA

EU DETESTO ESTATAL!

Maria Lúcia Pedroso