O PAPA É MERO COADJUVANTE

SINGULAR

A reaproximação diplomática e, possivelmente econômica, entre Estados Unidos e Cuba, como era de se imaginar, foi interpretada (e comemorada) por vários petistas e demais comunistas de forma muito singular e carregada de mentiras e enganações. 

ATOR PRINCIPAL

Primeiro, porque em todas as entrevistas e manifestações feitas até agora deixaram a entender que a cúpula do PT teve papel de ATOR PRINCIPAL, enquanto o Papa foi um mero COADJUVANTE que não teve outra escolha senão a de fazer, o quanto antes, a aproximação entre os dois países. 

PORTO DE MARIEL

Segundo, porque se dizendo sabedores, com bastante antecedência, de que a aproximação aconteceria ainda em 2014, precisavam apenas da divulgação oficial para declarar ao mundo todo o quanto foi importante e oportuno o financiamento do Porto de Mariel, por parte do BNDES.

Aliás às custas da elevada carga tributária que assola o Brasil (35,95% do PIB como foi revelado hoje pela Receita Federal) financiaram, com absoluto segredo, a construção do Porto de Mariel.

DOAÇÃO DE DINHEIRO PÚBLICO

Agindo desta forma esperta e mentirosa, característica, aliás, já bem conhecida, não mostraram o menor interesse em dar transparência ao contrato de doação de dinheiro público ao governo comunista cubano. 

CARGA TRIBUTÁRIA

Mais: da mesma forma como não quebraram o vergonhoso sigilo do contrato, também não se dignaram a dar publicidade de que a nossa carga tributária, como revelou hoje a Receita Federal, atingiu novo recorde ao atingir a marca de 35,95 do PIB. 

DOENÇAS

Infelizmente, grande parte do jornalismo brasileiro sofre de duas doenças sérias: 

1- do mal da -CHAPA BRANCA-, do tipo que proíbe indagar o governo de forma convenientemente; e,

2- do DESCONHECIMENTO SOBRE ECONOMIA, o que não permite a exposição do cálculo que prova que a aproximação dos EUA com Cuba é boa para o Brasil;

EMBARGO

Daí que tem gente festejando algo que ainda não foi confirmado, como é o caso do FIM DO EMBARGO. Como se isto bastasse para fazer com que o povo cubano consiga renda suficiente para consumir o que o Brasil quer vender para Cuba. 

Mais: com insuficiência total de competitividade por aqui, nada mais lógico que Cuba, quando tiver algum dinheiro sobrando, adquira produtos de países bem mais interessantes. Do Brasil espera receber doações do tipo Porto de Mariel, com contratos sigilosos para não aborrecer os nosso pagadores de impostos.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • SURPRESA???

    Dos nomes que ainda não haviam sido revelados, como o governador do Acre, Tião Viana (PT), reeleito em 2014, além dos deputados Vander Luiz dos Santos Loubet (PT-MS), Alexandre José dos Santos (PMDB-RJ), Luiz Fernando Faria (PP-MG) aparece (obviamente) José Otávio Germano (PP-RS). Alguma surpresa????

  • METRÔ

    Hoje, o Diário Oficial da União publicou a portaria do Ministério das Cidades que oficializa os recursos do Orçamento Geral da União (OGU) para a obra do metrô de Porto Alegre, no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) chamado de Pacto da Mobilidade.

    O aporte de recursos do OGU representa repasse a fundo perdido (sem nenhum ônus para a prefeitura e o Estado) no total de R$ 1,77 bilhão. O metrô de Porto Alegre tem investimento total estimado em R$ 4,84 bilhões. "A publicação da portaria, junto com a garantia do governador eleito José Ivo Sartori de que o governo do Estado vai honrar sua participação na composição financeira, é mais um passo na concretização desse projeto tão sonhado pelos porto-alegrenses", afirmou o prefeito José Fortunati.

  • LANCE DE CRAQUE

    O Grupo Zaffari é patrocinador máster do Lance de Craque, jogo beneficente que acontece no dia 27 de dezembro, às 17h, no estádio Beira Rio. O evento envolve estrelas do futebol nacional e internacional em uma partida cujo objetivo é auxiliar cinco instituições beneficentes dedicadas a crianças. A renda obtida no evento será revertida para a AACD, Pão dos Pobres, Casa Aberta, Centro de Reabilitação São João Batista e Centro Social Padre Pedro Leonardi. Até o momento, mais de 13 mil ingressos já foram vendidos.
     

  • DÉFICIT

    Segundo notícia divulgada no jornal Valor, pelo menos 50% do déficit da indústria de fundos de pensão vêm de planos de previdência de estatais. Para sanar essa deficiência, empresas como Caixa Econômica Federal e Correios terão de fazer aportes em seus fundos, pressionando as contas públicas em um período em que uma das maiores preocupações do governo é com a contenção dos gastos.

    Os fundos de pensão que estão no negativo tinham um déficit de R$ 27,6 bilhões em junho, últimos dados da Previc. As fundações dos funcionários da Caixa (Funcef), Petrobrás (Petros), BNDES (Fapes) e Correios (Postalis) têm déficits que totalizavam R$ 14,6 bilhões em setembro, segundo levantamento do Valor feito a partir de dados das próprias entidades.

     

     

FRASE DO DIA

Acredite, você tem forças para chegar onde quiser. Basta querer.