Artigos

22 out 2020

RODRIGO MAIA NÃO É FALSO. É VERDADEIRO!


MAU CARATISMO

A estranha e pouco sincera maneira de agir e falar utilizada de forma corriqueira pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, faz com que muita gente diga que a sua personalidade é típica de pessoas consideradas FALSAS. Pois, contrariando quem pensa assim, sem precisar da ajuda de qualquer profissional da área da PSICOLOGIA, afirmo com todas as letras e sons que Maia é um político VERDADEIRO. Ele simplesmente não esconde o quanto o conteúdo de seu MAU CARATISMO é capaz no sentido de atrasar, ou mesmo impedir, a aprovação das BOAS AÇÕES e/ou INTENÇÕES propostas pelo PODER EXECUTIVO.


LIBERAIS INDESEJADOS

Vejam que nem mesmo a PANDEMIA, que provocou uma queda brutal das atividades econômicas no nosso empobrecido Brasil, fez com que a Câmara dos Deputados, sob a sua péssima e interessada liderança, se preocupasse em analisar e/ou aprovar medidas importantes que poderiam diminuir o alto grau de sofrimento imposto pelo aumento dos GASTOS PÚBLICOS. Esta atitude, pensada e estudada com muito carinho, revela o quanto o VERDADEIRO MAIA odeia aqueles que se dizem CONSERVADORES e mais ainda os LIBERAIS. Estes, por sinal, Rodrigo Maia considera como -INDESEJADOS-.


PAUTAS INDESEJADAS

Pois, para confirmar tudo que penso a respeito do presidente da Câmara, hoje cedo li uma notícia no jornal -Gazeta do Povo- dando conta que "várias pautas enviadas à Câmara dos Deputados pelo governo Bolsonaro, as quais foram temas frequentes na campanha eleitoral - e com grande aceitação entre os apoiadores do governo federal - NÃO SAÍRAM DO PAPEL." Entre elas, FLEXIBILIZAÇÃO DO PORTE DE ARMAS,  ENSINO DOMICILIAR (HOMESCHOOLING), AÇÕES PARA IMPEDIR A DOUTRINAÇÃO EM SALA DE AULA(ESCOLA SEM PARTIDO), MEDIDAS MAIS RESTRITIVAS AO ABORTO, FIM DO FORO PRVILEGIADO E PRISÃO APÓS CONDENAÇÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA. Que tal? 


MAIA, O VERDADEIRO, FAZ O QUE BEM ENTENDE

Uma coisa é praticamente certa: a probabilidade de que tais projetos sejam votados neste ano é praticamente nula. Até porque o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de forma escancarada, quer distância de PAUTAS consideradas CONSERVADORAS. Como bem diz o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família, deputado Diego Garcia, do Podemos PR: “Há grandes dificuldades quanto à forma com que o Rodrigo Maia vem conduzindo as coisas. Ele está alinhado aos PARTIDOS DE OPOSIÇÃO AO GOVERNO e não coloca os parlamentares para trabalhar; segura MEDIDAS PROVISÓRIAS, permitindo que elas caduquem; não autoriza o retorno das atividades nas comissões – mais de 80% de todos os projetos de lei são conclusivos nas comissões. Ou seja, está tudo parado”. Garcia conclui dizendo que o trabalho dos parlamentares de forma remota – uma realidade nas duas casas legislativas federais desde março – é outro obstáculo para que deputados governistas pressionem a presidência da Câmara. “Não tem ninguém em Brasília, está todo mundo fora, trabalhando de forma remota. Maia está num momento em que FAZ O QUE BEM ENTENDE e vai continuar fazendo o JOGO DA OPOSIÇÃO sem permitir que as matérias tenham andamento”.


BLOQUEIO

A deputada Caroline de Toni (PSL-SC), que também integra a BASE DO GOVERNO, endossa a análise de Garcia, e destaca "que a dificuldade em votar PAUTAS CONSERVADORAS é permanente desde o início do mandato de Bolsonaro. O Rodrigo Maia, infelizmente, não dá muito respaldo para as nossas pautas. Então, não temos expectativa nenhuma de aprovar matérias desse tipo até o final do ano. No ano que vem, com a eleição de um novo presidente, a gente acredita que possa ter andamento", avalia.


MAU COMPORTAMENTO

Fica claro, portanto, o sentimento de irritação que o ministro Paulo Guedes expõe quanto ao MAU COMPORTAMENTO do presidente da Câmara. Maia usa, constantemente, todos os motivos possíveis e imaginários para dar a impressão de que é maltratado por Guedes. Ora, na crua realidade, como se vê, Maia mostra o quanto não tem o menor interesse em ajudar o nosso entalado país. O caráter dele, portanto, nada tem de FALSO. Ao contrário, tem tudo de VERDADEIRO! 


O SENADO E A LEI DO GÁS

Como se não bastasse a má vontade revelada pela Câmara, o Senado não fica atrás. Ontem, o seu presidente, senador Davi Alcolumbre, avisou ao governo que só aprovará a NOVA LEI DO GÁS caso haja o compromisso de garantir demanda, através da contratação do combustível pelas usinas térmicas. A exigência foi o bastante para que a importante votação deste projeto de lei, que estava prevista para hoje, 22, ficasse para uma data indefinida. Pode?


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje:  VIVER PERIGOSAMENTE - por Percival Puggina . Para ler acesse o link: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais


21 out 2020

A CONSTITUIÇÃO PROÍBE O TRATAMENTO QUE LEVA À CURA


TRATAMENTO

Entra semana e sai semana e boa parte dos familiares e amigos do agonizante BRASIL seguem, cheios de ESPERANÇA SEM CAUSA, na velha, cansada e surrada expectativa de que a qualquer momento o paciente acorde e, de forma mágica ou milagrosa, comece a ANDAR E RESPIRAR sem a ajuda de aparelhos.


COM CERTIFICADO DE GARANTIA

Uma outra parte da família e amigos, esta muito reduzida e, portanto, sem VOZ SUFICIENTE para fazer valer seus argumentos, na qual me incluo, insiste sempre que a recuperação da SAÚDE do debilitado paciente Brasil depende do CORRETO, EFETIVO E GARANTIDO TRATAMENTO, ATESTADO PELOS bons laboratórios de análises econômicas espalhados pelo nosso planeta. Mais: no CERTIFICADO DE GARANTIA consta que uma SIMPLES APLICAÇÃO já é suficiente para que o paciente saia definitivamente da UTI e comece, imediatamente a ANDAR e RESPIRAR sem o uso de aparelhos. 


NOVA CONSTITUIÇÃO

O remédio/tratamento, que tem COMPROVADO PODER DE CURA, gostem ou não, está numa NOVA, EXCLUSIVA E JUSTA CONSTITUIÇÃO. Sem esta IMPORTANTE PROVIDÊNCIA, é bom que todos entendam, tudo que venha a ser feito é pura PERDA DE TEMPO. Em última análise é o velho ato de covardia do -EMPURRAR OS PROBLEMAS COM A BARRIGA-, na vã esperança de que apareça um governante do tipo -CELESTIAL- que esteja acima do que determina a atual CONSTITUIÇÃO, que VEDA TOTALMENTE a eliminação de DIREITOS GARANTIDOS POR CLÁUSULAS PÉTREAS. 


DUAS GERAÇÕES

Observem, por exemplo, que no tocante ao fantástico ROMBO DAS CONTAS PÚBLICAS, cujo principal e mais agressivo item está no -GASTO COM FOLHA DE SALÁRIOS DOS SERVIDORES-, tudo que está ao alcance dos governantes (presidente, governadores e prefeitos) só produziria efeito a partir da data da aprovação pelo Legislativo (o que não é mole). Isto significa que, uma vez aprovado, DUAS GERAÇÕES DE BRASILEIROS ficarão com a BRUTAL OBRIGAÇÃO de pagar a PESADA CONTA, recheada de INCRÍVEIS E INJUSTOS PRIVILÉGIOS.  


DESPESAS OBRIGATÓRIAS

Como a DESPESA DE PESSOAL, embora seja a maior, certamente não é a única que obriga o Brasil a permanecer na UTI, pois as DESPESAS OBRIGATÓRIAS impõem que não sobre quase nada para INVESTIMENTOS, tudo se resume na NECESSIDADE DE FINANCIAR as DESPESAS através da EMISSÃO DE DÍVIDA. Vale lembrar que em função da PANDEMIA a DÍVIDA PÚBLICA está em torno de 100% do PIB. Mais: tudo para ATENDER DESPESA e não para INVESTIMENTO, cujo retorno, dependendo do sucesso a ser obtido, poderia ensejar a sua liquidação. 


REFORMA ADMINISTRATIVA

Detalhe importante: DESPESA COM PESSOAL -previdenciárias e salários de servidores-, crescem historicamente acima da inflação há muitos anos. Na média crescem 6% acima da inflação ao ano desde 1991. Em 1997, por exemplo, saiu de 14% do PIB para quase 20% do PIB em 2019. Que tal?

Ou seja, como a REFORMA ADMINISTRATIVA, mesmo que venha ser muito bem feita, não terá força para acabar com as CLÁUSULAS PÉTREAS, e com isso não levará o Brasil à cura. Isto só será possível com uma NOVA E BEM FEITA CONSTITUIÇÃO. O resto é balela!


DOIS POR UM

Atenção: os PAGADORES DE IMPOSTOS que vivem no RS são obrigados a PAGAR FUNCIONÁRIOS QUE ESTÃO APOSENTADOS, ou seja não são SERVIDORES PÚBLICOS, na ordem de DOIS POR UM. De novo: para cada SERVIDOR DA ATIVA, os PAGADORES DE IMPOSTOS se veem OBRIGADOS a pagar DOIS APOSENTADOS DO SETOR PÚBLICO. Pode? 



Leia mais


20 out 2020

OS DOIS TRIBUTOS QUE MAIS PESAM NO BOLSO DO PAGADOR DE IMPOSTOS


REFORMA TRIBUTÁRIA

Enquanto deputados e senadores discutem, sem direção certa e de forma pouco sincera, qual o tipo de REFORMA TRIBUTÁRIA que, de forma objetiva, possa oferecer alguma garantia de que a SIMPLIFICAÇÃO pretendida não deverá aumentar ainda mais a já elevada CARGA TRIBUTÁRIA que os PAGADORES DE IMPOSTOS se veem obrigados a pagar, o que não se vê, em hipótese alguma, é que os DOIS IMPOSTOS que mais pesam no bolso dos cidadãos deste Brasil afora são: 1- a CORRUPÇÃO; e, 2- a INCOMPETÊNCIA GOVERNAMENTAL, em todas as suas instâncias. 


CORRUPÇÃO

Começando pelo imposto que representa a CORRUPÇÃO, só pelo que a OPERAÇÃO LAVA-JATO já conseguiu descobrir, cujos valores recuperados estão muito longe da totalidade daquilo que foi saqueado do povo brasileiro, já se tem uma certa ideia do quanto esta grossa roubalheira contribuiu para elevar, de forma dramática e nojenta a indecente CARGA TRIBUTÁRIA. 


INCOMPETÊNCIA

Já a INCOMPETÊNCIA, sem sombra de dúvida, faz da CORRUPÇÃO algo que pouco ou quase nada representa em termos de CARGA TRIBUTÁRIA. Pode parecer absurda esta afirmação, mas o fato é que a INCOMPETÊNCIA ganha de braçada de todos os demais e injustos IMPOSTOS que perfazem a excessiva CARGA TRIBUTÁRIA que é cobrada de toda a sociedade. 


POPULISMO/ASSISTENCIALISMO

Se a CORRUPÇÃO pode ser combatida com opiniões dos mais variados tipos, no caso da INCOMPETÊNCIA a coisa fica muito mais difícil e limitada. Até porque os INCOMPETENTES, quando se juntam sob o manto do POPULISMO/ASSISTENCIALISMO, colocam na lei, muitas delas de forma irrevogável, aquilo que ONERA SUBSTANCIALMENTE a vida de quem se mostra disposto a INVESTIR e/ou CONSUMIR. 


DOIS ENORMES IMPOSTOS

Estes DOIS ENORMES TRIBUTOS, ainda que muita gente não tenha percebido o quanto representam em termos de AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA, têm feito do nosso empobrecido Brasil, um país CRONICAMENTE SUBDESENVOLVIDO.


DIREITOS E DEVERES

Para agravar ainda mais a CARGA DE IMPOSTOS, a maioria das leis aprovadas concedem DIREITOS em forma de salários e privilégios inconcebíveis para 3% de brasileiros que pertencem à PRIMEIRA CLASSE (servidores públicos) e o DEVER, em forma de IMPOSTOS, que devem ser pagos por 97% dos brasileiros que formam a SEGUNDA CLASSE.


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje: RS - ESTADO POLITIZADO? - por Nelson Barenho - Para ler acesse o link:  https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais


19 out 2020

ANÁLISES EXAGERADAS


SITUAÇÃO FISCAL

Antes de tudo é inegável a gravidade da SITUAÇÃO FISCAL do nosso empobrecido Brasil. Como tal exige muito cuidado para que a encrenca não se transforme numa HECATOMBE ECONÔMICO/FINANCEIRA, com consequências ainda mais sérias, como, aliás, apontam certos economistas que já participaram de equipes econômicas de governos anteriores, mas não foram capazes de resolver os graves problemas FISCAIS do país.


DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO

Para os menos iniciados, vale lembrar que no início deste ano o ORÇAMENTO DA UNIÃO (LOA) previa um DÉFICIT FISCAL na ordem de R$ 124 BILHÕES, com grande chance de ser reduzida para R$ 80 BILHÕES por conta de boas ENTRADAS NO CAIXA, derivadas de PRIVATIZAÇÕES, VENDA DE PARTICIPAÇÕES E OUTRAS MEDIDAS que já estavam previstas desde o final de 2019. 


ANO ESPERANÇOSO

Mais do que sabido, justamente quando dava início o até então esperançoso ANO-REAL (tradicionalmente o país só começa a andar, de fato, DEPOIS DO CARNAVAL) o MUNDO TODO, não só o BRASIL, foi atingido pela dramática e destruidora PANDEMIA DO COVID-19, cujas terríveis consequências aí estão, de maneira muito clara, no elevado DESEMPREGO, no FECHAMENTO DE EMPRESAS, na QUEDA DA ARREDAÇÃO FISCAL e nos GASTOS PÚBLICOS para AMPARAR OS MAIS ATINGIDOS. 


DUAS CONTAS

Considerando que o Brasil foi atingido por algo -EXCEPCIONAL-, do tipo que não se repete a todo momento, o que se faz necessário é encontrar a melhor forma de financiar a pesada CONTA DA EXCEPCIONALIDADE (hoje projetada em torno de R$ 600 BILHÕES), e, concomitantemente, dar continuidade ao que propõe o ORÇAMENTO DE 2020, o qual, repito, identificava um DÉFICIT PÚBLICO de R$ 124 BILHÕES.   


JOGADO ÀS FERAS

Ora, gostando ou não, o fato é que a pesada CONTA, parcial ou total, aí está. E como tal o PACIENTE BRASIL exige ATENÇÃO E SACRIFÍCIO DE TODOS OS PODERES DA REPÚBLICA e não é apenas do PODER EXECUTIVO, onde o ministro Paulo Guedes, ao invés de ser ouvido, tem sido jogado às feras, empurrado por POPULISTAS E ASSISTENCIALISTAS, do tipo que não têm o menor compromisso em apontar FONTES DE FINANCIAMENTO DOS IMENSOS GASTOS PÚBLICOS. 


CDS BRAZIL 5 YEARS

Para encerrar recomendo que antes de dar ouvidos aos analistas do caos, tratem de verificar a cotação do RISCO BRASIL no mercado internacional. Nos últimos dias, vale registrar, o valor do CDS BRAZIL 5 YEARS está em 217,5 pontos-base. Ora, se o mercado financeiro internacional desse ouvido aos nossos analistas de plantão, certamente veríamos a cotação do CDS voltar aos valores mostrados durante o período Lula/Dilma, ou seja, na ordem de 400 pontos-base.


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje:  A MORTE LENTA DAS INSTITUIÇÕES - por Percival Puggina. Para ler acesse o link: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar.



Leia mais


16 out 2020

INJUSTIÇA TAMBÉM TEM LIMITE


CONCURSO

No editorial do dia 13/10 -STF: UM ANTRO DE ALTÍSSIMA PERICULOSIDADE - ao me referir à INTERESSADA E CLARA DECISÃO proferida por Marco Aurélio Melo, qual seja de mandar SOLTAR o criminoso André do Rap, escrevi que a atitude do ministro tinha muito a ver com uma MANOBRA ESPERTA com o propósito de obter, de forma absolutamente inalcançável, a vitória do CONCURSO que até então vinha sendo disputado -palmo a palmo- pelos integrantes da Suprema Corte, todos focados no TROFÉU que deverá premiar  aquele que cometer, em QUANTIDADE E QUALIDADE, as maiores INJUSTIÇAS DE 2020.  


DESCLASSIFICADO

Pois, para confirmar -ipsis literis- a versão de que o CONCURSO É PRA VALER, o presidente do STF, Luiz Fux, convocou o colegiado de ministros para discutir se o atual decano se utilizou de uma MANOBRA ESPERTA que o deixaria na condição de VIRTUAL VENCEDOR DO CONCURSO. O fantástico resultado de 9 x 1, como se viu ontem, depois de muita discussão, deu a entender, de forma muito clara, que o ministro Marco Aurélio de Melo foi DESCLASSIFICADO do CONCURSO.


INJUSTIÇA TEM LIMITE

Vejam que até o ministro Gilmar Mendes, tido até então como GRANDE VENCEDOR DO CONCURSO, votou pela DESCLASSIFICAÇÃO do colega, entendendo que INJUSTIÇA TEM LIMITE, e que Marco Aurélio foi muito além do que se pode esperar de alguém que nasceu para praticar INJUSTIÇAS. Foi, simplesmente, DEMAIS!


HUMILHADO

Com a decisão tomada ontem pelo colegiado, e principalmente, pelo PLACAR DE 9 X 1, fica difícil entender quais as razões que o ministro Marco Aurélio tem para permanecer como membro da Suprema Corte. Depois de ter sido HUMILHADO pelo fato de fazer uso de uma MANOBRA ESPERTA, que nem os ministros MAIS INJUSTOS DESTE MUNDO consideraram como ACEITÁVEL, fica difícil a permanência de Melo no STF. 


PENA

Entre tantas sugestões que foram, e continuam sendo dadas a respeito da lamentável decisão de SOLTAR ANDRÉ DO RAP, aí vai a minha, ainda que seja apenas uma sugestão que não tem a mínima chance de acontecer: o ministro Marco Aurélio Melo deveria ser EXPULSO DO STF. Mais; como pena adicional deveria ser obrigado a ir atrás e/ou ajudar na (quase impossível) prisão e repatriação do seu beneficiado, que certamente está em algum país onde as drogas são comercializadas com maior facilidade.


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje: IMPÉRIO DA LEI À BRASILEIRA - por J.R.Guzzo. Para ler acesse o link: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais


15 out 2020

CORREIOS - UM FIO DE ESPERANÇA


PRIVATIZAÇÃO

Ontem, para o bem da sofrida população brasileira que precisa do serviço postal, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, entregou ao presidente Bolsonaro o tão esperado projeto de lei que cria as condições para a privatização dos Correios.


DONA DO PEDAÇO

A notícia, mesmo cercada de enorme desconfiança de que a PRIVATIZAÇÃO possa se transformar em realidade, foi muito comemorada. Esta alegria, no entanto, soou como uma forma de manifestação contra o péssimo trabalho que é prestado pelo MONOPÓLIO, cuja CORPORAÇÃO jamais escondeu a convicção de que é a DONA DO PEDAÇO, ou da ESTATAL.


OBSTÁCULOS

Como revelou o ministro Fábio Faria, o texto final será encaminhado ao Congresso somente no próximo ano, com a expectativa de que venha a ser aprovado até o final do exercício (2021). Detalhe: só depois da necessária aprovação o PROCESSO DE VENDA DA ESTATAL poderá ser iniciado. Mas, mesmo assim, com tantos obstáculos a frente, não consigo deixar de sorrir.


NOVA ORGANIZAÇÃO

Em nota publicada pelo Ministério das Comunicações, o importante Projeto de Lei estabelece a NOVA ORGANIZAÇÃO e a MANUTENÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE SERVIÇOS POSTAIS para que SEJAM EXPLORADOS EM REGIME PRIVADO, “respeitando, porém, a Constituição Federal em seu artigo 21, que estabelece à União manter o serviço postal, o que será delegado ao Operador Postal Designado no decorrer do processo de privatização dos Correios”.


ESTUDO - MODELO

Para dar andamento ao processo da tão almejada PRIVATIZAÇÃO, o BNDES já contratou a Accenture, empresa de consultoria que deverá apresentar dentro do prazo de 120 dias contratuais, o estudo que mostrará o melhor modelo a ser utilizado para a VENDA DA ESTATAL. Tal documento, tão logo concluído, será enviado ao Congresso para dar suporte ao estabelecimento de parâmetros e diretrizes da PRIVATIZAÇÃO. 


QUEBRA DO MONOPÓLIO

Mesmo animado com a simples possibilidade de que o SERVIÇO POSTAL passe, enfim, a ser operado pela INCIATIVA PRIVADA, o que não gostei foi o fato de não ter sido mencionado a QUEBRA DO MONOPÓLIO. Passar a tarefa para a INICIATIVA PRIVADA e ela permanecer como MONOPÓLIO é algo condenável. O que é preciso é ABRIR O MERCADO, entregando aos CONCORRENTES o direito e a capacidade de SEDUZIR CONSUMIDORES.



Leia mais